Alimente a jornalista / Conteúdo / Vida simples

Uma lição da Copa? Abandone velhos padrões

stalin_budapest_toppled_1956Muito já foi dito sobre o fracasso da seleção brasileira na Copa do Mundo que terminou no domingo (13/07). Análises esportivas, psicológicas, comportamentais e até gerenciais foram feitas sobre o esdrúxulo desempenho do time em seus últimos dois jogos na competição e sobre o trabalho de preparação feito com a equipe nos últimos anos (ou a falta dele).

Para mim, ficou outra lição, além daquelas mais óbvias, como: falta de planejamento mata qualquer projeto, o futebol brasileiro conta demais com talentos individuais e não investe na força do grupo, pensar em termos de “é tudo ou nada” enfraquece a determinação pessoal e deixa os indivíduos mais vulneráveis e propensos ao fracasso etc.

O que ficou marcado para mim – que sou fã de futebol e acompanho o esporte há mais de duas décadas,  ainda que, ultimamente, de forma esporádica – e confirmou algumas das minhas convicções foi que, quando um padrão já não funciona mais, ele deve ser abandonado para dar lugar a um novo modelo, a uma nova forma de pensar e agir.

O futebol brasileiro tem sobrevivido, por décadas, baseado em um molde que privilegia o talento individual em detrimento da coesão e do desenvolvimento do grupo. Há anos se aguarda o aparecimento de um novo Pelé, sem que haja, porém, um trabalho de base de alcance nacional para que tal talento de fato surja, ou para que surjam vários “novos Pelés”, para que a seleção não tenha que contar com o talento de apenas um jogador.

Acredita-se muito no conto do menino pobre que, talhado nas várzeas de um cantão qualquer do país, irá tomar o futebol nacional de surpresa e preencher a camisa 10 com a genialidade que ela merece. Esse tipo de mentalidade não tem mais lugar no futebol atual, mas é um padrão antigo, do qual federações e clubes ainda não parecem querer abrir mão.

Esse não é único erro, porém. A crença generalizada de que somos “o país do futebol”, e que qualquer seleção de outro país nos olha de baixo para cima, contribui para que os erros se perpetuem. O excesso de confiança, a pouca capacidade de reconhecer a força de outras equipes e a falta de humildade para aceitar que existem outros métodos mais modernos e eficientes para a preparação dos jogadores são outros elementos que levaram ao fracasso a que o mundo assistiu na última semana. Tudo isso é parte de um padrão velho, ineficaz e até perverso, que impede o progresso e a modernização do nosso futebol.

Como isso se aplica a mim e a você? Bem, isso é simples. Nós também criamos padrões – ou nos conformamos àqueles que já existem. Seguir um modelo de vida não é um problema – todos precisamos de algum tipo de método, de linha mestra, para guiar nossas decisões e atitudes -, mas é muito importante reconhecer quando um padrão deixa de funcionar e repensar como orientamos nossas vidas.

É muito fácil permanecer dentro de um padrão, mesmo que ele não esteja funcionando mais – assim como é mais fácil “terceirizar” nossos problemas, nossas decisões, nossas responsabilidades e nossas culpas. Encarar a vida com honestidade, fazer um balanço do que funciona e do que não funciona mais e descartar o que não faz sentido requer coragem, liberdade e sabedoria, e o resultado é extremamente benéfico.

Pense assim: é como se você tivesse roupas que não te cabem mais. Você pode continuar insistindo em vesti-las – e isso não será apenas desconfortável, mas provavelmente um pouco ridículo também – ou pode resolver abrir o armário, analisar peça por peça e doar aquelas que não te servem. Depois de abrir espaço no armário, você poderá finalmente comprar roupas novas, que te sirvam e combinem com o seu novo ‘eu’. Não é bem melhor assim?

 

(Na imagem do post, húngaros derrubam e destroem uma estátua de Stalin nas ruas de Budapeste durante a Revolução de Outubro de 1956.)

About these ads

One thought on “Uma lição da Copa? Abandone velhos padrões

  1. Pingback: Por que ser freelancer? | Please feed the journalist

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s